quinta-feira, junho 21, 2007

REIKI II

quinta-feira, junho 21, 2007

Conforme prometi aqui fica uma pequena síntese da origem e do que é o Reiki.
Este texto que se segue foi tirado do livro do grande mestre português Carlos Marques.

“A origem da técnica conhecida actualmente pelo nome de Reiki perde-se na memória dos tempos. Sabe-se que foi utilizada no Tibete e que os povos da América pré-colombiana também a conheciam.
O método praticado actualmente em todo o mundo foi elaborado no Japão, em meados do século XIX, pelo Dr. Usui e chegou aos EUA por volta de 1940.
A escola de Reiki fundada pelo Dr. Usui continua a funcionar e é presidida, actualmente, pelo sr. Kimiko Koyama.
O Reiki permite reequilibrar o sistema energético, que por sua vez influência os sistemas físicos, emocional e mental.
O Reiki é uma ferramenta séria, poderosa, fácil de utilizar e sempre à nossa disposição para facilitar a nossa caminhada, tanto no mundo da forma como no espiritual.
Energia vital
O Universo é energia. Tudo o que existe, material ou não, é constituído única e exclusivamente por energia. Ao longo da história foram dados diversos nomes a esta energia: os gregos chamaram-lhe pneuma e os hebreus, ruah; mais perto de nós, Mesmer chamou-lhe magnetismo e Reichembach, força ódica. Os nomes mais divulgados actualmente são: energia vital e força da energia vital; vamos pois utilizar um ou outro, admitindo que têm o mesmo significado.
A energia é vibratória, manifesta-se sob forma de ondas e as suas frequências escalam-se em contínuo desde o infinitamente lento ou infinitamente rápido. Tem duas polaridades a que chamaremos positiva e negativa, masculina e feminina ou yin e yang. As duas polaridades são complementares e têm idêntico valor. Uma sem a outra perde a possibilidade de se manifestar no mundo da forma.
A energia vital influencia todos os aspectos da nossa vida. É por isso importante que o seu fluxo circule livremente em nós e à nossa volta. Sempre que o fluxo de energia é bloqueado, total ou parcialmente, uma parte da nossa vida é alterada.
A nossa sociedade com os seus hábitos e costumes antinaturais, os seus tabus, as novas formas de escravatura e auto-escravatura, cria no indivíduo bloqueios energéticos desde o início da sua vida e que continuam pela vida fora. Um dos métodos mais simples e mais eficazes para dissolver bloqueios ao fluxo de energia é o Reiki. Mas apesar da sua simplicidade, ainda assim, é necessário praticá-lo.
O que é o Reiki?
Reiki é a antiga arte tibetana de canalizar energia vital pela imposição das mãos, redescoberta no Japão, em meados do século XIX, pelo Dr. Mikao Usui e introduzido na América (EUA), por volta de 1940, pela senhora Hawayo Takata, uma americana de origem japonesa.
A palavra japonesa “Reiki” poderá ser traduzida por “energia vital do universo” ou “força da energia vital do universo”.
Segundo uma antiga lenda, o Reiki teria sido ensinado aos humanos pelo Deus Krishna, 3.000 anos antes de Cristo, sendo mais tarde utilizado para fins de cura física e espiritual pelos Grandes Mestres que viveram no nosso planeta. Os antigos sábios acreditavam que a energia envolvia e penetrava tudo o que vive. Hoje, cada vez mais pessoas, incluindo cientistas, estão convencidos de que assim é. O corpo utiliza energia vital para se reconstituir em caso de ferimentos ou doenças. Quando há redução ou bloqueio na circulação dessa energia, o corpo enfraquece, as funções vitais deixam de se processar ao ritmo apropriado e poderão aparecer desordens físicas ou mentais
A quantidade de energia vital existente no universo é ilimitada; se aprendermos a captá-la a partir dessa fonte inesgotável, podemos colmatar todas as nossas carências, quer sejam físicas, mentais, espirituais ou materiais.
Reiki é um dos métodos para captar essa energia. Não é o único; é, no entanto, um dos mais fáceis de praticar.
Qualquer pessoa pode receber energia vital através do método Reiki e daí retirar benefícios substanciais.”

Depois desta pequena explicação quero-vos dizer que sou iniciada no Reiki e só tenho o I nível, ainda me faltam mais dois. Espero brevemente fazer o II nível. Outra coisa que vos quero dizer é que existe duas vertentes do Reiki: a tradicional e a essencial. Eu tirei a tradicional. Segundo a minha mestra a essencial é uma variante da tradicional. Eu por mim prefiro a que tirei.
Se acharem que é pouco eu posso tentar dizer mais.
Mariita, isto fazia-te muito bem ao teu reumático. Sabes que a minha mestra se curou de um cancro no peito com o Reiki? É verdade.
Se tiverem coragem para ir ao meu arquivo, vejam em Maio do ano passado que tenho dois textos sobre a minha iniciação: um chama-se Reiki e o outro Relaxar.

6 comentários:

Ricardo Santos disse...

Olá, pelo texto fiquei a saber a história, mas o que me deixou curioso é como é praticado?

"...Reiki é a antiga arte tibetana de canalizar energia vital pela imposição das mãos...", mais concretamente como?

AnadoCastelo disse...

Ricardo:
Eu depois posso fazer outro texto para perceberem como é praticado, mas a base é só pôr as mãos em nós ou noutra pessoa, mas só depois da iniciação. Tu, por exemplo, não podes fazer reiki porque não tens os chacras harmonizados, isso só acontece após a iniciação.
Bjs

pinky disse...

quero mais.........
ando há que tempos para fazer a iniciação, tu sabes há qt, mas há falta de €€€€ deve ser porque o momento ainda não é o perfeito...
jokas até domingo, caracolada ás 18h?

Jade disse...

Fiquei mais esclarecida, no entanto, vou seguir a tua sugestão e ler os teus posts antigos sobre isto.
Obrigada e um beijinho!

Rubina disse...

Ana

Gostava de praticar, sou capaz de procurar uns livritos sobre isso. E claro se puderes dar umas dicas. beijocas

smpc83 disse...

Olá querida, muito obrigado pelas suas dicas, agora já sei o que é o Reiki, e fiquei esclarecida sobre este assunto, todos os dias estamos a aprender coisas novas, beijinhos.