sábado, abril 26, 2008

SEMPRE O ALCÓOL...

sábado, abril 26, 2008

Todo o mundo sabe que quando há fins de semana prolongados a polícia e a GNR, da secção de trânsito, andam na rua com mais homens do que nos outros dias normais. Há os chamados "stops" onde costuma sempre haver detenções por esta ou aquela infracção. A mim o que me custa mais ouvir falar são as apreensões por consumo de álcool. Hoje, estava a ouvir o noticiário e qual não foi o meu espanto que fiquei informada que houve 70, digo 70, apreensões por condução com excesso de álcool. Podia ser uns cinco ou seis, mas não, foram setenta. E isto só desde que começou o feriado, que foi ontem, portanto pouco mais do que 24 horas. Que vergonha. Eu não entendo como é que os homens são tão irresponsáveis, sim, porque nunca ouvi falar que uma senhora tenha sido apanhada a conduzir com excesso de alcóol, mas se fosse também não concordava. Mas todos sabemos que a maioria são homens.

Eu lembro-me que aqui há uns anos, o meu cunhado foi apanhado a pisar o risco contínuo na auto estrada e nessa altura estava com uns copitos a mais, o que acusou no balão. Multa de 40 contos, hoje 200 euros. A minha irmã achou a multa exagerada, eu achei pouca, porque o meu cunhado tinha a mania que nunca tinha o tal copito a mais e estava sempre bem para conduzir. Mas foi remédio santo nunca mais conduziu assim. Mas como ele é o que não falta por esse mundo fora, a teimosia impera e acham que deixar a mulher conduzir deixam de ser menos homens ou menos machos. Para mim, são estúpidos, anormais e todos os nomes que não devo pôr aqui, porque não se lembram que, além deles, estão a pôr em risco a vida da família que geralmente levam com eles, além de pôrem a vida de terceiros em risco que não têm nada a ver com isso.
Teimosia e irresponsabilidade é o que não falta, quando é que as pessoas se consciencializam que não são suprasumos? Irra que é demais!!!

1 comentário:

smpc83 disse...

Nem eu nem o meu marido conduzimos quando bebemos, apesar que só bebemos em ocasioes especiais...
Tenho de dar graças a Deus pelo marido que tenho, por aquilo que vejo por este mundo fora...
Eu também sou contra estes casos de alcool, mas nós nao podemos fazer nada pelos outros...