sexta-feira, dezembro 01, 2006

AS VOLTAS QUE A VIDA DÁ

sexta-feira, dezembro 01, 2006


(A minha figura daqui a uns tempos?)

Quando comecei a trabalhar nunca me passou pela cabeça o que poderia acontecer ao fim de quase quarenta anos de trabalho. Sim, é verdade comecei muito novinha. Estou na eminência de ficar em casa, o que para quem está habituada a trabalhar há tantos anos é um pouco complicado. No entanto, o primeiro choque já passou, agora é a ideia de já estar saturada do que estou a fazer e de saber que mais dia menos dia não nos querem lá. A mim e às minhas três colegas. É assim que agora neste país se fazem as coisas. Primeiro servem-se das pessoas para o que eles querem e depois deitam fora. Estou zangada, muito zangada, não só por mim mas por todas aquelas pessoas que ficam na mesma situação do que eu e simplesmente por má gestão. Dou sempre o exemplo daquela fábrica lá de cima do norte, que se chama Afonso, cujos patrões queriam desfazer-se de tudo e os trabalhadores compraram a fábrica por um euro e após dois anos de trabalho além de terem as dívidas quase pagas têm muitas encomendas de trabalho. Ora se eles são capazes que não têm o curso de gestão, porque será que os que são licenciados em gestão e que têm todos os cursos x p t ó não o fazem? É mais fácil para os novos gestores dispensarem os trabalhadores para reduzirem despesas, o difícil é arranjar maneira de a empresa aumentar os seus lucros. Sim, isso é que é difícil. Assim, também eu era gestora. Mas, pronto há que seguir em frente e não chorar em leite derramado. Ninguém nos paga as preocupações e as angústias que nos assolam, há que limar as contrariedades e resolver os problemas que com certeza ainda hão-de surgir. Enfim, há que remodelar a vida e pensar que há sempre alguém pior do que nós.
E que hei-de eu fazer a seguir? Deem-me sugestões!!!

4 comentários:

luis disse...

ola ana do castelo. sugestões???aqui vai uma.no castelo deve de ser um local muito frio,portanto uma boa lareira e agulhas toca de fazer renda hahahah. pode ser que nasça uuma grande empresa de bordados manuais hahahah. Já me esquecia tem que olear bem as bobradiças da porta do castelo porque faz muito barulho até amanhã hahahah

pinky disse...

xiiii isto está mau! olha a sugestão do luís é boa, pensa no que gostas de fazer e pensa nas possibilidades de concretizar e fazer dinheiro com isso, ás vezes as coisas acontecem assim mesmo! vou pensar nisso. jokas e não desanimes!

Sere disse...

Amei seu blog. Não te sintas tão agastada. Pense positivo e tudo melhorará. Na vida nem sempre as coisas acontecem como queremos. Não esqueça: Deus escreve certo pelas linhas tortas. De tudo podemos tirar algo de bom. Pense!
Cirinita Schwingel Silva a do Blospot Sagrada Família. Beijos e obrigada pelos comentários.

Sere disse...

Obrigada pelos comentários que deixas no meu blog. O teu blog é maravilhoso. FELIZ NATAL. Que o Jesus menino te dê toda a felicidade que mereces. Beijossssssssss.