quinta-feira, julho 26, 2007

DIA NACIONAL DOS AVÓS

quinta-feira, julho 26, 2007


Isto de ser avó é muito bonito, mas também tem uns espinhitos. Esta semana tenho tido a netita doente, nada de grave, mas só o suficiente para ter de tomar remédios e ter cuidado para a febre não subir muito. É o problema dela, não se pode deixar a febre ficar muito alta se não depois para baixar é uma chatice das grandes. Mas é normal, as crianças não são todas iguais.

E hoje é o nosso dia, o Dia dos Avós. É uma data que se comemora muito recentemente, desde 2003, mas que acho muito bem, se há o dia do pai, o dia da mãe, porque não o dia dos avós? E como gosto de explicar tudo direito aqui vai a histórinha para se saber porque foi este dia escolhido:

Comemora-se o Dia dos Avós em 26 de Julho, e esse dia foi escolhido para a comemoração porque é o dia de Santa Ana e São Joaquim, pais de Maria e avós de Jesus Cristo.
Século I a.C. - Conta a história que Ana e seu marido, Joaquim, viviam em Nazaré e não tinham filhos, mas sempre rezavam pedindo que o Senhor lhes enviasse uma criança. Apesar da idade avançada do casal, um anjo do Senhor apareceu e comunicou que Ana estava grávida, e eles tiveram a graça de ter uma menina abençoada a quem batizaram de Maria. Santa Ana morreu quando a menina tinha apenas 3 anos. Devido à sua história, Santa Ana é considerada a padroeira das mulheres grávidas e dos que desejam ter filhos. Maria cresceu conhecendo e amando a Deus e foi por Ele a escolhida para ser Mãe de Seu Filho. São Joaquim e Santa Ana são os padroeiros dos avós.

4 comentários:

cris disse...

oi querida!!
Acho muito justo ter o dia internacional dos avós, dizem que são pais duas vezes né? criam os filhos e depois ainda fazem hora extra ajudando a "criar" os netos.

Mas...

Entendi bem amiga, você é avó?
Se for, parabens pelo seu dia e sorte com a netinha...eu sou tia-avó, tô quase lá...rsss...


Um beijão!

pinky disse...

bonita história ;)

smpc83 disse...

Eu tive só o prazer de conhecer as minhas avós, que infelizmente já faleceram, e tenho pena de não ter conhecido os meus avôs, mas Deus sabe o que faz. beijinhos

Anónimo disse...

Querida Ana. Ana (Elisa do Couto), natural de Penafiel e falecida em 14 Novembro passado, foi essa Sra. sózinha que travou uma luta durant l7 anos para que este dia fosse oficializado em Portugal. Partiu feliz. Pediu para nunca mais deixe mos que esmoreça, pelo contrário se divulgue mais.
Eu sou seu filho e também avô.
Futuramente trabararei para esse fim e com a mesma pertinácia.
Através dos diversos meios de comu nicação encetarei esse caminho.
A J Couto Faria
«quatrois@hotmail.com