quarta-feira, novembro 11, 2009

NÃO TENHO IDADE, TENHO VIDA!

quarta-feira, novembro 11, 2009


Alguns de nós envelhecemos, de fato, porque não amadurecemos. Envelhecemos quando nos fechamos a novas ideias e nos tornamos radicais. Envelhecemos quando o novo nos assusta. Envelhecemos quando pensamos demasiadamente em nós próprios e nos esquecemos dos outros. Envelhecemos quando deixamos de lutar! Todos estamos matriculados na escola da vida, onde o mestre é o tempo. E a vida só pode ser compreendida olhando-se para trás. Mas, só pode ser vivida, olhando-se para a frente. Na juventude, aprendemos; com a idade, compreendemos. Os homens são como os vinhos: a idade estraga os maus mas melhora os bons. Envelhecer não é preocupante. Ser olhado como velho é que o é. Envelhecer é passar da paixão à compaixão. Nos olhos do jovem arde a chama. Nos do velho brilha a luz. Não existe pois idade, já que somos nós que a criamos. Se não acreditares na idade, não envelhecerás até ao dia da tua morte. Pessoalmente, não tenho idade: Tenho vida! Não deixes que a tristeza do passado e o medo do futuro te estraguem a alegria do presente. A vida não é curta, as pessoas é que ficam mortas tempo demais. A passagem do tempo deve ser uma conquista e não uma perda.

Autor Desconhecido